Petição pela neutralidade da rede

O futuro da internet como nós conhecemos está em risco. Depois de aprovado o marco civil (Lei 12.965), os detalhes da lei estão em consulta pública. Uma das possibilidades é que a regra permita uma “priorização paga” da internet – criando portanto uma ‘via expressa’ para empresas que podem pagar e uma ‘via lenta’ para todo o resto.

A beleza da internet é que qualquer pessoa com um computador e conexão a internet tem o poder de começar um novo negócio e impactar o mundo. Todas as grandes idéias tem chances iguais de sucesso porque todos podem se comunicar com os usuários nas mesmas condições. O princípio de tratar todo o conteúdo da mesma forma é chamado de neutralidade da rede. Limitar este princípio causará prejuízos para o ecossistema de empresas online e colocará uma pedra no caminho de startups que estão funcionando agora ou que irão ser criadas no futuro.

O possível fim da neutralidade trará um fardo enorme para as empresas nascentes, pequenas e de rápido crescimento. Essa possibilidade vai sem dúvida beneficiar as grandes empresas que poderão pagar pelas vias expressas, às custas da nova geração de inovadores.

Os empreendedores se baseiam em uma internet aberta para construir suas empresas, bem como investidores, que por sua vez, têm por premissa uma internet aberta para prover capital que possa construir um ecossistema de soluções inovadoras. Startups se baseiam em não ser bloqueados, discriminados ou terem que pagar algo para ter acesso ou preferência. Por isso, a Associação Brasileira de Startups (ABStartups) enviará uma carta para o Governo Federal, dando voz ao movimento das startups e fortalecendo a importância de uma internet aberta e igualitária para todos, em nome de mais de 3 mil startups do Brasil. Essa página visa dar densidade, nomes e CNPJs a esta carta, demonstrando a importância de uma rede neutra.

Nós damos as boas vindas a todos os membros da comunidade internacional de startups e apoiadores do ecossistema para se unirem a nossa causa e promover a neutralidade da rede, também no Brasil.

Como você pode ajudar?

Se você é uma startup ou apoia o ecossistema: assine e compartilhe a nossa causa:

http://www.startupspelaneutralidadedarede.com/