Marketing Cultural

O Marketing Cultural é uma alternativa diferenciada de comunicação de um produto, serviço ou imagem. Tem na cultura forma e conteúdo simultaneamente – é um diferencial de mercado. O que constitui uma genuina prática de marketing cultural é o estabelecimento de políticas empresariais de apoio à cultura que se traduzam pela destinação de parte do orçamento de marketing das empresas; independente de incentivos fiscais.

Oferecer amostra de produtos; motivação e envolvimento dos funcionários; marketing direto (fidelização); marketing de relacionamento (após a fidelização, tratamento “vip”); pesquisas antes, durante e após o evento; publicações e campanhas, são alguns exemplos de ações de marketing cultural.

Tipos de Marketing Cultural

Marketing Cultural de fim – Quando o patrocínio é exercido por organizações cuja atividade-fim é a produção/difusão da cultura, a partir de recursos próprios ou de terceiros.

Marketing Cultural de meio – Estratégia de comunicação institucional de empresas cuja atividade-fim NÃO é a produção/difusão da cultura (um banco, uma indústria, por exemplo), feita com recursos próprios ou decorrentes de renúncia fiscal.

Marketing Cultural misto – Atividade que reúne elementos das duas modalidades anteriores. Ou seja, é uma prática que alia empresas cuja atividade-fim não é a produção/difusão da cultura a organizações com tais atividades-fim.

Marketing Cultural de agente – Quem faz e produz arte e cultura, no sentido de empreendorismo (que leva o artista-produtor a bancar e promover seu trabalho. Saiba mais em Agenciamento Literário).

Porque as empresas estão investindo mais em Marketing Cultural?

Ganho de imagem institucional: 65,04%
Agregação de valor à marca 27,64%
Reforço do papel social da empresa 23,58%
Benefícios fiscais 21,14%
Retorno de mídia 6,50%
Aproximação do público-alvo 5,69%
Outro 3,20%

Fonte: Pesquisa publicada pela Fundação João Pinheiro, de MG.

Quando as duas estratégias se unem (marketing cultural e social) o patrocinador ganha duplamente, pois sua marca será vista tanto com uma imagem de empresa que se preocupa com a sociedade, como imagem de uma marca que apoia a cultura brasileira. Sendo assim, as empresas conseguem aliar esses dois novos marketing, estão um passo à frente dos concorrentes que precisam gastar duas vezes mais para atingir os resultados.

As empresas necessitam mudar sua visão, pois os gastos com estas duas modalidades (principalmente com a união delas) não são meros gastos financeiros, mas sim, um excelente investimento.

A Web Startup conta com profissionais capacitados em desenvolver projetos e apresentações de altíssimo nível e treinados pela especialista em marketing cultural da Ryoki Produções, Tatiana Apolinario. Entre em contato conosco e peça um orçamento de serviços ou consultoria em Marketing Cultural.